Frase da semana: “O VHC é um motor do Monza com cabeçote rebaixado”

24 comentários

Daria um dedo para visitar semanalmente o departamento de engenharia da Chevrolet do Brasil e ver as caras dos engenheiros de lá ao verem os comentários feitos em relação aos produtos desenvolvidos por eles. Imagino-os lendo os foruns sobre carros e vendo o quanto o consumidor brasileiro é mal informado e ingênuo. Não por comprarem seus motores “jurássicos”, mas sim por acharem que o dos outros são melhores.

Deve ser hilário para eles verem as pessoas se degladiando na internet por causa de suas criações. Será que a política da GM no Brasil incluí a pratica do “Falem mal mas falem de mim?” Bem, como eu não posso ir à fábrica da GM para sondar os engenheiros, tampouco ler pensamentos, deixo a minha contribuição para os leitores que ainda acham que o motor do Corsa é o mesmo do Monza.

Antes que alguém venha dizer que o Motorpasion recebe dinheiro da GM, deixo bem claro que meu amor é incondicional pelos derivados da Opel, que ao meu ver, era o mais perto que o um mero mortal latino americano podia chegar da fantástica engenharia germânica.

A Volkswagen, que deveria ter isso em seu sangue, passou muito tempo fazendo Fuscas e derivados dele, depois carros de produção local e seus derivados. Quando os modelos modernos da engenharia alemã chegaram entre nós já era comum estarmos acostumados com Omega, Vectra, Astra e Corsa.

Queria ter a habilidade para esquecer os problemas tão boa quanto a que tenho para divagar nos assuntos que pretendo falar… Bem… Motores VHC são motores de Monza com taxa de compressão aumentada era o tema proposto, não ?

Caros amigos, quem apostava nessa afirmação como a descoberta da pólvora sinto informa-los: o motor do Monza não tem nada a a ver com o VHC. O único motor que poderia ter um laço umbilical com o X10YFH (O nome e sobrenome do motor VHC) é o remoto C10NE lançado em 1994 no Brasil com injeção monoponto juntamente com o Corsa.

Há algum tempo atrás escrevi um post chamado “Como identificar seu motor Chevrolet / Opel” e segundo a fonte consultada, o motor 1.0 VHC é considerado um propulsor moderno pela GM internacional, por isso recebe as letras YFH em seu sobre nome.

Depois escrevi outro post, após conversar com o Júlio sobre os motores Familia II, como uma forma de retratação pública, por ter falado tanto tempo mal dos motores Familia II, que chamamos “carinhosamente” de Monzatech. Quem tiver saco para aguentar meus textos, leiam os dois posts, juro que não perderão seu tempo.

Não vou gastar meu Baianês falando sobre as qualidades e melhorias que o motor VHC tem sobre os motores 1.0 MPFI mais antigos, tampouco falarei sobre as inovações adicionadas ao motor VHC-E. Quem quiser ver em bom português, visitem o post do Cleiton que está dando o que falar e leiam os comentários do Júlio, especialmente o de número 15, sobre as diferenças entre os motores mais antigos da Familia I e os mais novos.

Vou gastar meu verbo fazendo propaganda do Motorpasion, que é terminantemente contra os mitos formados pelo mercado. Motor 16v é ruim? Leia no Motorpasion sobre esses motores que nós brasileiros não sabemos utilizar

O Ford Focus é um carro ruim porque é Ford e porque tem manutenção cara, além de ser carro de tiozão e não carro de mano pra pegar gatinha na pracinha do interior?
Leia no Motorpasion uma análise apaixonada sobre o veículo na série Injustiçados

Sei que daqui há alguns meses estarei utilizando os links sobre os motores GM quando algum outro leitor aparecer por aqui querendo nos convencer que basta pegar o motor do seu Corsa Wind 1997, “dar um tapa” no cabeçote, polir os dutos de admissão e colocar uns anéis gastos para diminuir o atrito interno e aumentar em mais de 50% a potência inicial deste motor sem a utilização de sobrealimentação.

Caso não se lembrem, este motor jurássico como todos se referem gerava parcos 50 cavalos em sua primeira versão tupiniquim e hoje gera 29 cavalos a mais, uma ótima evolução não conseguida por nenhum outro fabricante, pois seus motores eram versões da década de 60 melhoradas e utilizadas no Brasil.

Um bom exemplo é o motor Zetec Rocam. Muitos acreditam que ele é um genuíno membro da nobre familia Zetec, descendente do título primogênito da Benetton, e que gerou os ótimos motores que equipavam Ford Escort, Ford Fiesta 1.4 16v, Ford Mondeo, entre outros “Fordianos”.

Na verdade o motor é descendente dos Ford Kent da década de 60, isso mesmo, aquele do carro carro do Harry Potter, o Ford Anglia. Com o cabeçote com balancins roletados e mais uma série de modificações ele ganhou nova vida no Brasil e o sobrenome da moda, Zetec.

Para os “Apzeiros de plantão”, uma péssima notícia. O moderno EA 111 que equipa do carro mais simples da linha, o Gol até o mais completo fabricado no Brasil, o Golf, foi lançado juntamente com o Audi 50 na década de 70.

O motor mais recente entre os carros comuns brasileiros é o Fire da Fiat que foi lançado em 1985 no Fiat Panda. O motor vendido hoje no Brasil é bem mais moderno do que o do pequeno Fiat italiano, porém seu DNA advém desta época.

O Motor do Corolla derivado da família ZZ também é tem base anterior a década de 90. O motor atual do Corolla Altis é praticamente o mesmo do Toyota Celica 1988, com modificações é claro.

Se eu fosse listar aqui todos os motores vendidos no Brasil, ficaria cansado de digitar e vocês cansados de ler, portanto coloquem uma coisa na cabeça de vocês: Motor é a parte mais cara à ser desenvolvida no carro e a última que o cliente olha.

Para a maioria dos clientes das fábricas, o motor só está lá para movimentar o carro. Poucos lembram de sua existência até a sua primeira pane, e ai que mora o sucesso dos motores Chevrolet. Quando essa hora chega, suas peças são mais baratas e todos sabem consertar.

Qualquer leigo com um manual de manutenção é capaz de montar um motor Familia I ou II de cabeçote OHC sem maiores dificuldades. Basta não errar o ponto na hora de colocar a correia dentada e não errar a posição dos anéis de vedação dos pistões que nada dará errado.

As empresas frotistas agradecem, as locadoras também, seu pai fica feliz quando leva o Classic dele para manutenção, tanto quanto o seu tio quando leva a Zafira para fazer o motor que quebrou por falta de manutenção.

Afirmo sem erro que o maior erro da GM do Brasil foi não colocar uma capinha de plástico escondendo as entranhas do seus motores em seus carros mais novos. Se o Corsa C tivesse um capa cobrindo o motor VHC, quem diria que era o mesmo motor do Corsa 1994? Se o Vectra tivesse algo cobrindo o motor, quem chamaria de Monzatech?

Viram o Monza S/R que estampa o início da matéria? É um motor X20XEV do Vectra GSi / Opel Calibra, o famoso motor com 150 cavalos e que 100% dos amantes da Chevrolet gostariam de ter. Como um cabeçote multiválvulas muda um motor não é amigos? O mesmo efeito teria uma capa de plástico sobre o motor de 8 válvulas.

Encerro o texto atentando para a seguinte problemática: para exigirmos motores melhores precisamos de duas condições: Melhores combustíveis, pois com os atuais ficamos limitados a tecnologias mais antigas, e mais dinheiro no bolso para podermos manter as revisões em oficinas que possuam ferramentas adequadas para montar e desmontar os motores mais modernos.

Todas as fábricas nacionais que tentaram modernizar seus motores nas linhas populares tiveram problemas, e não foram por falha de engenharia ou algo desse tipo e sim por falha de manutenção dos proprietários.

Podem observar que nenhuma, com exceção das francesas, possuem em seus catálogos motores com mais de 8 válvulas ou motores com 3 cilindros, que são realidade fora do país há muito tempo. O brasileiro médio jamais aceitaria um motor 3 cilindros 1.2 em seu Corsa no lugar do 1.0 4 cilindros, por motivos que só o best seller entre as namoradas “Porque os homens são de Marte e as mulheres são de Venus” podem explicar.

E eu que falei que ia escrever pouco hoje não é amigos? Bom domingo para todos, e espero que possamos comemorar uma vitória do “Masfa” amanhã no principado de Mônaco.

Fontes | Ford HP

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quer saber mais?

Artigos

Artigos relacionados que vão te interessar

Ver mais

+ Deixe um comentário

Comentários

  • 1

    Avatar de Henrique Alves !

    Rosalvo, só estou esperando os comentários.

    Até mais!

  • 2

    Avatar de Lucas !
    Lucas | 2 estrelas

    Meu amigo realmente ficou show a matéria,realmente brasileiro fala mal mas paga pal,ficamos exigindo motores mais modernos,isso até a hora desse motor presisar de concerto,nossa industria automobilistica inteira é de lixos e carroças recicladas vão além do motor,agente vê a Kombi até hoje nas ruas e olhe que lá se vão 60 anos ininteruptos de comercialização,alguem parou de comprar aquela lata de azeite sobre rodas??não mesmo custando quase 50K frotistas adoram a Kombi,empresas então meu Deus,temos que parar de reclamar e nos conformarmos,somos um país em que o que importa é vender,não importa o que,e sobre motores multivalvulas,realmente são ótimos,tenho um Gol 99 1.016v, todo mundo me chamou de louco quando comprei a três anos atraz diziam que eu era maluco e devia ter comprado o MI 8v,loucos eles,meu Gol faz 12/13km/l na cidade e uns 16 na estrada,anda mais que o MI,é verdade que em baixa rotações ele é apatico,mas nunca deu problema,sabe porque?sempre segui o que o manual pedia,oleo em dia,aquele que o manual pede,gasolina de qualidade(agente tenta né)lá se foram 3 anos,são 108,230Km total não vaza óleo,não queima e o motor não da sinal de problema,problemas? só os de rotina,pra se ter uma idéia,meu vizinho comprou um MI na mesma época que comprei meu 16v o dele começou a rajar o motor e queimar óleo aos 80,000,pq? pq ele naum cuidava direito,resumindo,brasileiro tem que aprender a ler manual de instrução e não agir por extinto,não existe carro,motor,ou montadora ruin o que existe é motorista desligado...

  • 3

    Avatar de Júlio !
    Júlio | 2 estrelas

    Tá perdendo tempo Rosalvo, vão dizer que a Gm tá te pagando... Deixa o povo comprar o moderníssimo "1.9" do Linea mesmo. É de manutençao simples e barata (basta uma chave de fenda pra trocar a correia), econômico, anda muito e, além disso, é um novíssimo motor lançado em 2008. hehehehehehe

  • 4

    Avatar de Leandro Castro !

    Rosalvo! Gostei muito da explicação! Mas, afinal, 90% dos brasileiros que compram carro 0km, só querem saber: QUAL O MOTOR MAIS ECONÔMICO? Se tiver um carro 0.5 pra vender, ele prefere ele do que o 1.0, alegando que é mais econômico! Rs! Sou feliz que um primo meu tem um Palio 1.5 que bebe mais que meu monza automático! Abração!

  • 5

    Avatar de Maurílio !

    Cada conversa para boi dormir...só porque alguns motores antigos, sejam eles com admissão e escape do mesmo lado ou com admissão por um lado e escape do outro, sempre os motores terão a mesma base, uma biela sempre será uma biela, um pistão idem e assim por diante. Vcs acham que um bom projeto vai ser jogado fora à toa, eles poderiam ser no máximo atualizados em termos de ignição, gerenciamento, abertura e fechamento de válvulas com mecanismos que os tornam mais eficiêntes e nada mais, vcs vão para outra vida e esses motores estarão por ai ainda. Os motores BMW 6c em linha das 320, 323, 325, 330, 520,525 etc,etc,etc são modernizados continuamente mas a essência é a mesma e da Mercedez idem apesar de migrarem para o V6 ao invés de 6L, a Porsche só mudou de refrigeração a ar para àgua por causa dos índices de Co2 não conseguirem ser atingidos por aquele tipo de motor, a Kombi também. A base dos motores Volkswagen/Audi/Seat/Skoda/Lamborguini 1.8, 2.0,2.5 da última geração possuem quase que o mesmo bloco e inclusive com diâmetro e curso iguais citando o 2.0 por exemplo do Passat com 96.8 de curso por 82,5 de diâmetro é igual no do Jetta com um cilindro a mais, o v10 Lambo é a união de dois motores Jetta com pistão ligeiramente maior. Eu acho que o que importa é o carro ser confiável, o motor quanto mais tempo de mercado e mais simples, mais barata é sua manutenção e sistemas modernos são eficientes apenas quando novos, depois ainda o são mas geram um custo muito elevado de manutenção. A maioria das pessoas não sabe nem frear um carro sem Abs e com Abs e ficam falando em motores modernos ou não...baboseira, faltam tirarem as fraldas ainda antes de falar sem conhecer. Quais os motores mais premiados do mundo atualmente...os 1.4 tfsi da audi/vw e também os 335 antes biturbo, atualmente turbo, motores BMW 6c e as bases são as mesmas já conhecidas.

  • 6

    Avatar de Cleiton !

    Bom, antes que alguém comece o mimimi já conhecido, devo dar os parabéns ao Rosalvo.

    Nós ainda somos muito limitados a tecnologias que são fortes em outros países.Não só pela economia, mas sim pela cultura. Tentem encontrar alguém que tenha coragem de mexer no Stilo, sabendo que ele tem Fibra Óptica na parte elétrica.

    O comentário do Maurilio também resume muita coisa. Cada vez que muda algo por aqui, os profissionais "desaparecem". Foi bem assim no começo do motor FIRE. Quando um pessoal acostumado com AP se deparou com os Golf RS32 e VR6, só faltou ter gente se jogando da ponte.

  • 7

    Avatar de Preconceituoso !

    Quando é assim você tem um GM 1.0 e acha que está abalando com 74 cavalos no álcool.

    Coloca um filtro cônico 100% lavável frete grátis do mercado livre... essa usina de força vai aumentar uns 4 cavalos!!!

    Só que, por favor, não queiram ser "imprensa" com esse blog que declara amor incondicional à GM.

  • 8

    Avatar de Joselito !

    Fui eu quem disse a frase título dessa matéria.

    É muito infeliz da sua parte, Rosalvo. Aproveitar-se do blog, descontextualizar uma frase e ainda tirar o efeito irônico que ela tinha. Muito ruim mesmo. É realmente amador.

    O Motorpassion, pra mim, perdeu todos os conceitos de credibilidade, estou deixando de ser um leitor diário inclusive. Vi que seus autores não estão minimamente preparados para elaborar conteúdo e muito menos aceitar comentários. Aliás, foi você mesmo que disse "Bem vindo à Web 2.0". Não posso nem dizer o mesmo a você pois você não está pronto pra ela. Tornou um comentário de um de seus leitores uma pauta para um ataque à seus leitores. Feio não?

    Seus editores não são capazes de entender a ironia e muito menos o contexto em que essa frase foi dita.

    Continuo com minha opinião de que a GM Brasil está decaída e não tem avançado quase nada em tecnologia. Citei que ela estava ao contrário do mundo lá fora, que vem evoluindo.

    Em nenhum momento disse que motor, pra ser bom, precisa ser todo reinventado. Pois foi nisso que você se baseou pra defender seu amor declarado pelos motores GM Brasil. Você respondeu ao meu comentário com uma coisa óbvia, e não foi isso que eu disse.

    "O motor atual do Corolla Altis é praticamente o mesmo do Toyota Celica 1988"

    E assim várias pessoas vão defender sua matéria. Mesmo não sendo isso que disse. Por isso que reforço, suas atitudes pra escrever matérias são medíocres.

    Ou me expressei muito mal ou você não teve a capacidade de interpretar o meu texto. Todos os motores bons são frutos de motores que vêm evoluindo, assim como você citou em vários lugares nesse texto. Mas o que me indignou na outra matéria foi a admiração do Motorpassion por motor do Monza. Pra mim, ele quase não foi evoluído. Pra mim, ele é um motor ruim, com R/L ruim, com medidas ruins.

    Portanto, desfaço de futuros comentários por aqui. Percebi que aqui não é meu lugar, e sim um lugar de amadores com parcialidade.

    Por fim, vejo que vocês não querem ser criticados (afinal nem respeitaram a opinião de um leitor, fizeram um ataque público), vocês querem se sentir Reis em meios de comentários de pessoas que não manjam tanto:

    "Rosalvo! Gostei muito da explicação! .... Sou feliz que um primo meu tem um Palio 1.5 que bebe mais que meu monza automático!"

    "Meu amigo realmente ficou show a matéria,realmente brasileiro fala mal mas paga pal"

    Boa sorte com o seu reinado.

  • 9

    Avatar de Rosalvo !

    Joselito,

    Cadê o seu senso de humor?

    É de meu costume a coluna onde eu dou risada dos comentários dos meus leitores.

    Sempre fiz isso, tem outros comentários no Blog.

    Aceite que isso é um espaço onde não faço jornalismo e sim falo o que eu quero e penso, e sendo assim as pessoas concordam comigo ou não.

    Debato as minhas idéias, concordo com as que eu compartilho, e tiro sarro do que não concordo, afinal aqui é web 2.0, posso falar o que eu quiser.

    É uma pena que eu perdi um leitor como vocÊ que é inteligente. Gosto de pessoas que debatem. Já fiz amizades aqui aqui começaram com brigas, espero que reconsidere isso.

    Eu não gosto dos motores GM atuais, mas eu digo que a GM tinha a melhor linha de motores há algum tempo e hoje é criticada por isso. A Volks não é criticada porque, já que lançou no Brasil o motor EA 30 anos depois de aparecer na alemanha, sendo que o Familia II chegou aqui menos de 10 anos após seu lançamento na Europa.

    Você não aguenta ler um argumento mais forte que o seu e se irrita. Qual é a R/L do motor Familia II 2.0?

    Você andou lendo sobre o motor 1.8 da Meriva e acha que é o mesmo motor?

    Você ainda vai bater na mesma tecla?

    O motor do Corolla Altis alias é da familia ZR, eu me expressei mal, o do XEi 1.8 é o ZZ, mais antigo.

    Grande abraço!

  • 10

    Avatar de Cleiton !

    Bom, para quem não sabe, blogs são "diários" na internet onde seus autores e leitores possuem total liberdade de expressão sobre os temas discutidos, pelo menos na teoria.

    tudo o que fizemos até agora, foi ampliar o nivel da discussão para que possamos trocar mais informações.

    Joselito, por mais que eu discorde de muita opiniões suas, eu tento entendê-las e também estudar mais, a web é isso!

    Eu poderia parar de escrever nos dois blogs após saber que tenho leitores tão insistentes num assunto, mas pelo contrário, acho até melhor!

    É uma pena perder um leitor tão inteligente, mesmo com tantos outros.

    Estamos aqui para trocar informação, não é briga ou paixão pela GM. Enfim, grande abraço.

  • 11

    Avatar de Joselito !

    "Bom, para quem não sabe, blogs são “diários” na internet onde seus autores e leitores possuem total liberdade de expressão sobre os temas discutidos, pelo menos na teoria."

    Eu não tirei esse direito de vocês. Só achei amador a atitude de vocês usarem o blog para contra-atacar um leitor de vocês sobre uma frase descontextualizada e irônica que eu havia feito. Mais uma vez vocês estão interpretando do jeito que vocês querem o que eu estou falando.

    Cleiton: "Estamos aqui para trocar informação, não é briga ou paixão pela GM"

    Rosalvo: "...deixo bem claro que meu amor é incondicional pelos derivados da Opel"

    ???

    Ainda nem sei porque estou tentando responder isso.

  • 12

    Avatar de Rosalvo !

    Joselito, não posso ter amor incondicional pela Opel?

    A Car and Driver desse mês fez um comparativo entre os sedans médios do Brasil e falou abertamente que seu preferido era o Focus e que ficou surpresa quando os números do carro não fizeram dele o campeão. Para o carro não ficar por baixo, fizeram uma notinha de canto de página elogiando bastante o modelo hatch, que para qualquer apaixonado soaria como uma redenção a derrota do sedan no comparativo com Corolla Altis entre outros.

    Não sei porque você está dizendo que minha atitude foi amadora, afinal sou amador mesmo, você esperava ler um texto profissional de um blogueiro que escreve apenas por paixão e vontade de compartilhar com as pessoas seus pensamentos?

    Não entendi ainda qual a sua Joselito.

    Me desculpe a sinceridade em meus comentários, mas é meu jeito e por isso tenho um monte de leitores. Temos mais de 200 mil todos os mês, o que quer dizer que estamos indo bem, apesar de amadores, ou como outros nos consideram, autênticos.

    Não vou falar que o motor "Monzatech" é ruim só porque ele é antigo, isso seria amador, como a maioria das pessoas falam ou como a maioria das publicações comuns afirmam.

    Da mesma maneira, esses meios de comunicações profissionais nos induzem a comparar um carro pequeno como o Punto com um Astra, e a achar o Agile uma pechincha por 40 mil reais.

    Coisas como estas deveriam ser comentadas por você que tem um senso crítico bem aguçado, não a opinião de um mero blogueiro que está apenas defendendo seu ponto de vista.

    Veja o blog com maior número de visitas do Brasil, o Blog do Flávio Gomes, ele adora Ladas, Trabants e carros antigos feios, e não está nem ai para o comentário dos outros. Acho legal esse tipo de posição e também tento ser parecido.

    Se você acha que está perdendo tempo em comentar aqui, imagina eu que ainda tento lhe convencer que estou certo e você não.

    Como minha namorada diz, eu me divirto com isso, poderia ficar dias discutindo com você sobre esse assunto ou qualquer outro, adoro fazer isso! rs

    Abraços

  • 13

    Avatar de Lucas !
    Lucas | 2 estrelas

    é se me dão licença,meu comentário sobre o brasileiro pagar pau não foi nem a favor da GM e nem do Motorpassion,alias acho que a GM é uma das montadoras que mais parou no tempo,todas evoluiram a sua maneira,maior lançamento da marca dos ultimos anos??muitos vão dizer :vectra,celta,fragile essas coisas,pois bem vamos analisar as coisas trocamos nosso vectra legitimo por um opel astra transvestido de vectra,compramados corsa wind com roupa nova e nome descolado(não sei pq mais playboy adora celta)o agile poderia ter ficado bom,se no fundo ele não fosse um carro velho,bem no fundo é um celta anabolizado e agora esperamos projeto onix e uma tal de nova minivan que vai ser um misto de coisas velhas,deixadas de lado la fora a muito tempo,a exemplo do sail,digo classic,ainda me confundo rsrsrs.

    Mas também não podemos negar que nós brasileiros não sabemos lidar com o novo,motor 16v até hoje é motivo de medo entre motoristas,muitos aida acham que motor 1.0 é economia,muitos compram um carro só pela aparencia ou por aquilo que o vizinho disse ser bom,brasileiro tem que aprender a ser critico e ver a realidade em que vivemos,motores devem sim ser modernizados e é óbvio que para um motor ser criada os custos seriam altos,já atualizações não seriam tão exorbitantes e cabiveis nos bolsos das montadoras,e sim está na hora de a GM dar um geito nos motores familia II,eles devem a concorrentes como os coreanos e japoneses,ou a esquadra francesa que tem motores 2.0 bem mais potentes e relativamente modernos,mas lembremos também do 2.0 derivado do Santana que até hoje é usado pela volks e a exemplo do monzatech...ops desculpa do familia II é um motor velho que ganhou melhorias uma capa plastica nova e virou flex...ou seja...esse assunto ainda daria muito mais discussão...

  • 14

    Avatar de Igor Lacerda !

    Como eu disse, não é apenas a GM que esta "desatualizada", mas é um problema do nosso mercado, que por sinal o mercado é feito pelos consumidores, então a culpa é nossa, CONSUMIDORES.

  • 15

    Avatar de Vinicius !

    Oi Rosalvo. Acho q compartilho da sua paixão. Hoje, tenho um Corsa 1.8 Flex 2004 conservadíssimo com 75.000 km e tenho quase certeza de que o meu próximo será um Astra Elite 2.0 aut 2006. Sim, o meu carro, como dizem, é beberrão. Aqui em SSA, no trajeto Pituba-Rio Vermelho 2x/dia, ele faz 6 km/l álcool. Mas uso o ar e tenho pé pesado. Vc acha q sentirei mto no bolso essa troca? Quero um automático pelo conforto. Pensei mto no Civic 2005, mas esse Astra é de uma amiga q roda mto pouco e disse q vai trocar o carro até o fim do ano. Qual a sua opinião?

  • 16

    Avatar de Rosalvo Neto !

    Fala Vinicius,

    Blz cara!

    É temos o mesmo amor com certeza! rs

    Bem, sua dúvida é meio complicada. Qual o valor do Astra que vai comprar? Você vai ter o mesmo consumo do Corsa com esse Astra, mas com o Civic terá um consumo menor, porém o Civic é um carro meio sem emoção. Temos um em casa e é um meio de transporte confortável. Já o Astra é um carro mais emocionante.

    Pense bem no que procura no momento e faça um testes em ambos os carros para ver o que mais te agrada. Nem todos gostam do Astra por ele ser meio antigo, então veja bem.

    Entre os Civic 2005 e o Astra 2006 eu iria de Corolla 2004 rs

    Grande abraço,

  • 17

    Avatar de Marcelo Arade !

    É a primeira vez que leio este blog, e gostei da matéria. Posso falar que eu, dentre as marcas tradicionais do Brasil, sempre gostei da GM. Claro que não sou muito fã dos carros modernos, gosto mais dos carros das décadas de 80/90. E já fiquei muito tempo com essa idéia de que a GM evoluia seu motores, mas era sempre os mesmos, Família 1 e Família 2. Hoje, dos motores existente no Brasil, tenho muito apreço pelos Família 2. Um dos porques é o fato do AP ser muito idolatrado. Eu não tenho raiva do AP, mas me desagrada muito seus súditos. O família 2 foi uma opção de motor que me agradou muito pois é um motor que ainda está em produção. Digo isso porque meu propósito futuramente é adotar um no cofre do meu chevette, pois quero um motor que não seja gigante, mas mais potente que o meu 1.6L (este eu já tenho dificuldades de encontrar peças, por isso me agrada o Família 2), e que não tenha que apelar pra um AP, acho que AP tem q estar em cofre de VW, e não de GM.

    Só queria corrigir uma coisa que vi no texto. Ao citar o motor do Monza da foto, foi descrito o motor como X20XEV, só que aquele cabeçote é do C20XE, este sim possuia 150cv. O X20XEV varia a potência, dependendo do ano, entre 141cv, 136cv, e 128cv. Espero que não me entendam mal com a correção.

  • 18

    Avatar de Gil dono de um astra 1995 !

    ha!ha!ha! eu Já sabia de tudo isso mesmo antes do Raul seixas nascer,quero dizer há dez mil anos atrás,meus parabéns Rosalvo.

  • 19

    Avatar de bruno !
    bruno | 2 estrelas

    bem claro.grato

  • 20

    Avatar de Gus - Kadetteiro !

    Bom meu, gostei da Matéria, so pecou na hora de descrever o motor do Monza. Como disse nosso amigo acima, Calibra e Vectra A GSI sairam com o Redtop que é o C20XE, famoso por seus 150cv. Os outro GM Familia II que sairam com o X20XEV por favor Corrija que esta ardendo os olhos uAuhUAH Parabens pela materia.

  • 21

    Avatar de Márcio !

    Cara muito boa a matéria, adorei!!! Pode escrever mais que adoro ler esse tipo de coisa! Um abraço

  • 22

    !
    | 1 estrelas

    VHC na minha opinião é um bom motor para o Brasil, mas que é ruidoso isso é!

    Entre todos prefiro o D4D Renault que é de manutenção aceitável, não é cara como todos falam, e é muito gostoso de dirigir devido às 16 válvulas!

    E você nem citou o D4D, como se fosse um motor muito complicado.

    Sinceramente,

  • 23

    !
    | 1 estrelas

    Olá,

    Excelente matéria, desmistificando os malandros da net...rs

    Só uma pequena correção: o motor da foto é um C20XE, que relamente equipava o Calibra e Vectra GSi. O X20XEV, ou Ecotec, equipava os Vectra's B.

    Mais uma curiosidade do motor acima, ele foi montado num Monza SR em São José dos Campos em 2006 e era um canhão, atualemnte está a venda no Rio de Janeiro.

Comentar

Para deixar um comentário é necessário se identificar: ENTRA ou conecte-se com Facebook Connect

Publicidade

Seções

Caterham

WSL Weblogs SL